Erro
  • XML Parsing Error at 1:198. Error 9: Invalid character
  • XML Parsing Error at 1:78. Error 9: Invalid character

(6)

Qua, 03 de Abril de 2019 11:11

Antes de inscrever-se, leia atentamente cada tema e forme os grupos com seus colegas.

inscreva-se

 

Libras - a lngua que se v

LIBRAS a sigla de Lngua Brasileira de Sinais, um conjunto de formas gestuais utilizada por deficientes auditivos para a comunicao entre eles e outras pessoas, sejam elas surdas ou ouvintes.

At o sculo XV os surdos eram mundialmente considerados como ineducveis. A partir do sculo XVI, com mudanas nessa viso acontecendo na Europa, essa ideia foi sendo deixada de lado. Desde ento, muitas foram as conquistas. Nos ltimos anos no foram poucas as leis e recomendaes que buscaram regulamentar aspectos da lngua de sinais para propagar o seu uso e garantir direitos comunidade surda.

Mesmo com todos os avanos, a Libras ainda pouco conhecida e usada entre os ouvintes. Seu status de lngua oficial no validado na prtica. Para mudar essa realidade precisamos tratar a Lngua Brasileira de Sinais como realmente nossa, defendendo-a e procurando aprender mais sobre ela.


As diferentes linguagens alm da fala

Comunicao e Linguagem so diferentes, mas uma precisa da outra. O Dicionrio define a linguagem como um sistema de comunicao composto de um grupo de smbolos escritos e sonoros que as pessoas de uma regio ou pas usam para escrever ou falar. Por outro lado, enviar e receber mensagens, seja por mtodos verbais ou no verbais, equivale comunicao. Durante a comunicao, as pessoas trocam informaes ou mensagens por vrios meios. Estas podem ser verbalmente, aes no-verbais, representaes grficas e escritas como mapas, grficos, desenhos ou infogrficos, ou atravs de sinais e sinais. A linguagem, diferentemente, desempenha um papel essencial no processo de comunicao. Pessoas em todo o mundo usam uma linguagem especfica para se comunicar, exibindo o fato de que linguagem e comunicao esto interligadas, razo pela qual algumas pessoas no conseguem ver a diferena entre as duas. Para que a comunicao ocorra, deve haver algum para enviar e outro para receber uma mensagem em particular. O emissor, assim como o receptor, deve interpretar a mensagem para extrair seu significado. As mensagens so transmitidas de um lado para o outro por meio de feedback. O feedback pode ser atravs de palavras ou atravs de aes no verbais, como gestos entre outros.


Reuso - a cultura do descartvel

Os plsticos podem permanecer por at 450 anos, liberando toxinas no meio ambiente e decompondo-se em pedaos menores (microplsticos) que poluem nossos oceanos e prejudicam as aves e a vida marinha. A cultura do descartvel e a epidemia de resduos plsticos esto destruindo os oceanos do mundo e encontrando seu caminho de volta para ns atravs da cadeia alimentar. necessrio uma mudana e transformao dos hbitos de consumo para poder comear o mximo possvel a diminuir o impacto negativo em nosso planeta. A contribuio pessoal de cada um para reduzir a quantidade de itens em embalagens plsticas, buscando opes biodegradveis ??e compostveis, ou simplesmente sem embalagens, alm de substituies durveis ??e reciclveis, como vidro e inox. importante adotar os 5 R's: Recusar, Reduzir, Reutilizar, Reciclar e Repensar sendo usado como um guia sobre a melhor maneira de diminuir nossa contribuio para o epidemia de plstico.


A legalidade da ilegalidade

Em um pas marcado pelas desigualdades e concentrao de renda com o Brasil somado a explorao sistemtica em relao a carga tributria normal criarmos uma cultura de tomar vantagem em certas circunstncias, usamos como fundamento para se eximir da culpa o termo todo mundo quer levar vantagem, por que eu no levaria? Um dilogo sobre a aculturao da corrupo brasileira e a nossa responsabilidade tica e moral para fazer o que certo.


A marca que marca - trabalho escravo em confeces

O que voc faria se naquela roupa de marca to desejada voc encontrasse um pedido de socorro? Foi assim que uma inglesa de 25 anos descobriu que o vestido to almejado e caro que ela acabava de adquirir era um produto feito por um trabalhador anlogo a um escravo. O tema em questo vai dialogar com as marcas que o trabalho escravo atual est construindo principalmente nos grandes centros globais como So Paulo.


Hidroponia - plantas sem solo

Trata-se de uma forma de cultivar vegetais em meio aquosos, oferecendo todos os nutrientes  necessrios para um desenvolvimento normal. Estes vegetais j so comumente vistos nas prateleiras dos supermercados como alface, rcula, tomate e outros. O interessante desta pesquisa compreender o tempo para o amadurecimento e crescimento destas plantas em pequenas reas e que os mesmo ficam menos suscetveis ao ataque de pragas.


Indstria do veneno (agrotxicos)

2019 comeando com um tema muito importante para a nossa vida. A PL do veneno visa liberar ainda mais a utilizao desse tipo de substncias na nossa alimentao e esse trabalho tem como objetivo relacionar os impactos que essa PL poder acarretar no nosso dia a dia.

 

inscreva-se

 

Qui, 03 de Outubro de 2019 10:25

Escrito por Colgio da Comunidade

Calendario-2-Medio-4-Bimestre-2019 Page 1Calendario-2-Medio-4-Bimestre-2019 Page 2Calendario-2-Medio-4-Bimestre-2019 Page 3

Ter, 11 de Fevereiro de 2020 09:20

Escrito por Colgio da Comunidade
  Segunda Tera Quarta Quinta Sexta

1 aula

Biologia Histria Biologia Qumica Redao

2 aula

Qumica Histria Sociologia Ingls Fsica

3 aula

Ingls

Geografia Matemtica Fsica LPT

4 aula

Fsica Fsica Matemtica Gramtica Biologia

Caf

Caf Caf Caf

Caf

Caf

5 aula

Histria Geografia Filosofia Qumica Geografia

6 aula

Matemtica

Grama'tica Biologia Matemtica Matemtica

7 aula

Qumica Ed. Fsica HP LPT Gramtica

 

Qui, 03 de Outubro de 2019 10:14

Escrito por Colgio da Comunidade

Senhores Pais,

A recuperao paralela ser realizada com datas e horrios pr-estabelecidos pela coordenao.

Recuperao Obrigatria (RO) - ser aplicada a todos os alunos que obtiverem mdia inferior a 5,0 (cinco) em cada disciplina.

O aluno com a mdia igual ou superior a 5,0 poder fazer a prova de RO para aumentar a nota. Aps a recuperao calcula-se a nova mdia de cada disciplina levando-se em considerao a nota maior.

As provas de recuperao sero aplicadas fora do horrio de aula.

Obs.: Para as provas de recuperao no h a possibilidade de substitutiva.

As provas de Recuperao sero aplicadas somente nas datas abaixo:

  Data  Horrio Durao 
Ingls e Biologia  08/10 (Tera-feira)  s 14h00  Cada uma das Disciplinas: 50 min
 Sociologia e Qumica 09/10 (Quarta-feira)  s 14h00 Cada uma das Disciplinas: 50 min 
 Matemtica e Geografia 10/10 (Quinta-feira) s 14h00  Cada uma das Disciplinas: 50 min 
Histria, Arte e Filo  11/10 (Sexta-feira) s 14h00 Cada uma das Disciplinas: 50 min
Portugus e Fsica 15/10 (Tera-feira) s 14h00 Cada uma das Disciplinas: 50 min
  • Os boletins com o resultado da recuperao sero liberados aos pais a partir do dia 21/10, na secretaria do Colgio.

Atenciosamente,
A Coordenao

Seg, 25 de Fevereiro de 2019 14:13

Escrito por Colgio da Comunidade

uma alegria estarmos com vocs neste ano de 2019! Temos certeza que teremos um ano cheio de vitrias.

Seguem abaixo algumas orientaes importantes para o bom andamento do ano letivo:

  • Horrios:

Os horrios de entrada 7h00 e sada as 12h55 devero ser rigorosamente respeitados, pois forma o hbito da pontualidade, importante para a vida social do aluno e para a formao do cidado. Tambm nos dias em que houver atividades especiais, (passeios, provas de recuperao, etc), os horrios dessas atividades devero ser respeitados. Desse modo, os alunos devem comparecer ao Colgio com pontualidade, evitando atrasos e faltas excessivas.

Haver tolerncia de 10 minutos aos alunos que chegarem atrasados para 1 aula. A partir de 7h10 aguardaro para entrar na 2 aula, "o aluno que por algum motivo atrasar-se, entrada permitida somente at as 7h50". 
O aluno, uma vez no recinto de espera para a segunda aula no poder sair para fazer compras, passeios etc. O funcionrio da portaria tem o dever de zelar pelo cumprimento dessa norma, negando o pedido de alunos e/ou impedindo a sua sada.

Os alunos do Ensino Mdio esto autorizados ao trmino do perodo a sarem sozinhos do Colgio.

  • Uniforme:

a) Camiseta com logotipo do colgio;
b) Bluso com logotipo do Colgio;
c) Cala de preferncia do aluno (que tambm poder ser a cala do uniforme do colgio);
d) Bermuda jeans, sarja ou do colgio;
e) No dia da aula de educao fsica ser obrigatrio o aluno vir para escola com a cala do colgio e se faz necessrio o uso de tnis
f) Em todas as atividades do Colgio, que aconteam no perodo inverso ao de aula, o uso do uniforme tambm obrigatrio.
Lembrando que no ser permitido o uso de shorts e minissaias, o aluno dever usar roupas confortveis e adequadas ao ambiente escolar.

Participao nas aulas e demais atividades:

- O aluno deve empenhar-se para a assimilao total do contedo de cada aula, prestando ateno, anotando o que for necessrio e, principalmente tirando todas as suas dvidas durante a explicao.

- O contedo das aulas deve ser revisto em casa, diariamente. de responsabilidade do aluno resolver as tarefas referentes s aulas do dia, que se encontram no TC (tarefa de casa) ou na Coleo de Livros.

  • Material Didtico:

Os alunos recebem, a cada bimestre um caderno de atividades e um caderno de tarefas de casa (TC), nos quais esto distribudas as diferentes disciplinas, alm de um volume contendo uma obra literria.

  • Tarefas dirias:

Os cadernos de atividades so o material bsico para o acompanhamento das aulas do Ensino Mdio. Contm teoria e exerccios, que so desenvolvidos em sala, e orientao para aprofundamento do programa na tarefa de casa (TC) ou nos livros da Coleo Objetivo.

A cada aula corresponde uma tarefa de casa, diria, que deve ser realizada pelo aluno fora do perodo escolar. As tarefas de casa so elaboradas para atender a diferentes objetivos. Primeiramente, estimulam o aluno a rever o contedo trabalhado em sala de aula e verificar sua efetiva compreenso do assunto. Em alguns casos, os exerccios propostos so de reforo da aprendizagem. Em outros, procura-se incentivar os alunos a ampliar seus conhecimentos por meio de desafios e pesquisas.  fundamental que todas as tarefas sejam realizadas com pontualidade, a cada dia, pois so partes integrantes do processo de aprendizagem e completam o trabalho realizado em sala de aula.

No caso de falta responsabilidade do aluno verificar a matria dada com os colegas de classe e professores.

proibido o uso de celular e aparelhos eletrnicos durante as aulas. De acordo com a Lei n 12.730, de 11 de outubro de 2007. Caso a norma no seja cumprida o aluno ser advertido.

  • Portal

Trata-se de um ambiente de conhecimento, ensino e aprendizagem que integra on-line todas as unidades do Objetivo, permitindo que alunos, pais e professores realizem pesquisas, coletem informaes, assistam a aula e debatam assuntos relevantes a partir de qualquer lugar.

  • Obras Literrias:

A cada bimestre, na 1 e 2 srie do Ensino Mdio, os alunos devem ler pelo menos 1 livro fornecido no material uma obra de importncia na Literatura de Lngua Portuguesa, em edio especialmente preparada, contendo notas e questionrio.
Na 3 srie o aluno dever ler as obras que sero cobradas nos principais vestibulares do pas.

As aulas de Portugus tambm so organizadas de modo a conduzir e orientar o aluno para o desenvolvimento dessa leitura. Os ttulos escolhidos esto entre os mais frequentes nas listas de leitura obrigatria para os vestibulares das melhores universidades. As provas de Portugus tambm apresentam questes alusivas a essas obras.

Contamos com o apoio e compreenso dos senhores.

Atenciosamente,
Direo e Coordenao

Qua, 26 de Fevereiro de 2014 14:12

Escrito por Milena Rosaneli

Clique aqui para baixar o Manual da Equipe e da Famlia

Atendimento

11 2090-1980 contato@colegiodacomunidade.com.br - Rua Renato Rinaldi, 896 Vila Carro - CEP 03426-000 - So Paulo - SP